"Comunicação é mais que informação; informação subsidia, atualiza, nivela conhecimento. A comunicação sela pactos e educa"

Emílio Odebrecht

terça-feira, 7 de abril de 2015

Roberto Freire defende Parlamentarismo no Brasil

Imagem da internet


Em Audiência Pública, Roberto Freire se mostrou a favor da instituição do parlamentarismo no Brasil e afirma que a atual crise política tem fato gerador no presidencialismo


Nesta terça-feira (7), a Comissão Especial da Reforma Política iniciou seus trabalhos ouvindo os presidentes do PPS, Roberto Freire, PSOL, Luiz Araújo e PHS, Eduardo Machado. O foco da reunião de hoje foi financiamento de campanha e sistema eleitoral.
Na ocasião, Roberto Freire defendeu a aprovação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 20/95 que institui o parlamentarismo no Brasil. Ele defendeu seu argumento afirmando que a aprovação desta PEC é um pré-requisito para a discussão de qualquer outro ponto da reforma política e que não é apologia a golpe, pois o novo sistema político seria instituído ao final do atual governo. O presidente do PPS afirmou ainda que a alternativa para crise política no parlamentarismo é democrática, já do presidencialismo é geradora de mais crise, o impeachment. “Se hoje o regime fosse parlamentarista, esse governo já nem mais existiria” afirmou Freire.
Já o PSOL, defendeu o fim do financiamento privado de campanha e defendeu a lista fechada para eleições proporcionais – deputados e vereadores -. “A lista fechada fortalece partidos e candidatos”, afirmou Luiz Araújo, presidente do PSOL. Além disso, o partido defende o fim das coligações, igualdade de tempo de TV e se posicionou contra a cláusula de barreira sob o argumento de que enfraqueceria a democracia e fortaleceria apenas alguns partidos.
O PHS, sob a liderança de Eduardo Machado, também se mostrou contra a cláusula de barreira afirmando que vai contra a ampliação da democracia. “Era no regime militar que tínhamos sistema bipartidário”, disse Eduardo mostrando que a limitação de partidos é antidemocrática.
Os partidos presentes foram unânimes na posição contraria ao “distritão” proposto pelo PMDB. O distritão é a proposta de tornar majoritário o sistema eleitoral para deputados que atualmente é feito de maneira proporcional. O problema é que o sistema proporcional para a Câmara dos Deputados possibilita que as minorias sejam representadas. Com a mudança para sistema majoritário essa possibilidade tenderia à nulidade. Conforme afirmou Eduardo Machado, “Calar a voz das minorias é calar a voz do povo”.

Ainda há reuniões marcadas para esta semana para discussão da reforma política. A tendência é que as discussões se arrastem, pois existem muitos pontos em divergência e a proposta ainda terá destino ao Senado. Havendo emendas nesta Casa, o projeto volta à Câmara. Por ser PEC, a proposição não necessita de sanção presidencial.

quarta-feira, 25 de junho de 2014

sexta-feira, 31 de janeiro de 2014

Em bate-papo político, Magela diz, “estou à disposição para disputar o Senado”

Na manhã desta sexta-feira (31), o Secretário de Habitação do Distrito Federal, Geraldo Magela, reuniu-se com um grupo de jornalistas independentes de Brasília. Sua finalidade? Averiguar o cenário político de Brasília à ótica dos formadores de opinião que atingem a opinião pública do eleitor brasiliense. Sim, porque em época de mídias digitais, são os blogueiros e jornalistas comunitários que conseguem inserir-se no cenário local com mais facilidade. As grandes mídias estão perdendo adesão. É só vermos a constante diminuição de tiragens de jornais e adesão às mídias digitais dos grandes veículos.
Mas... voltando ao assunto política Brasília, nota-se uma instabilidade grande. De um lado a alta rejeição de Agnelo, de outro, a posse da máquina pública que pode reverter o quadro. Ainda tem o agravante das especulações de que ele pode não ser mais candidato. Teria “jogado a toalha”. Há também a vontade da direita de voltar ao poder. Assim, a oposição conversa sobre a “chapa de direita” para derrubar Agnelo. No entanto, não se sabe se Roriz, Arruda e Luiz Estêvão correrão esse risco. Já se especula sobre uma campanha recheada de denúncias de corrupção caso eles estejam no páreo. Ainda tem a “via de escape”: Rollemberg. Após longa divulgação de sua candidatura, ele está em momento de silêncio. Não se sabe com quem pretende aliar-se. Para este, todo cuidado é pouco, pois uma aliança errada e todo seu sonho de governo vai por água a baixo. O Reguffe... bom, o Reguffe é quase carta fora do baralho. O PDT não vai querer correr o risco de eleger um governador ou senador para abandonar o barco lá na frente. Ou vai?
O que se sabe, é que a maioria da população brasiliense, em torno de 67%, está indecisa. 80% insatisfeita com Agnelo. Apenas 6% votariam em Roriz. Então é um quadro ariscado. Tanto para o PT quanto para a oposição, seja ela de esquerda ou direita.
Mas e Magela? Questionado sobre os candidatos ao governo, ele afirmou que o candidato natural ao governo é Agnelo. Quanto ao senado, ele afirmou que está à disposição do partido para disputar e se julga dentro de perfil para tal. “O candidato ao senado para mim deve preencher três requisitos, ter uma história de trabalho pela cidade, ter compromisso com a presidenta e poder de levar votos para a coligação”, afirmou Magela.
O desfecho desse cenário? Só o tempo nos dirá...

Aos coordenadores de campanha, devo lembrar que o eleitorado brasiliense é majoritariamente jovem, dessa forma, a vontade de mudança tende a ser maior.

quarta-feira, 23 de outubro de 2013

Aos amantes da cultura...


O Espaço Imaginário receberá, neste sábado, o Prêmio Samambaia Poética.
Esbalde-se de arte!

Local: Qr 105 da Samambaia
Horário: a partir das 20h.

Programação:

19hs30: Acolhida com mostra de filmes / Rodriggo Misquita
20hs00: Abertura oficial com slides de fotos antigas da cidade / O Chafariz
20hs10: Coletivo Poesia Marginal
20hs20: Homenagem: B.gril Prix, Maria da Guia e Luiz Vieira
20hs30: Luiz Vieira + Repentista Djalma Faustino
20hs50: Homenagem: Circuito Negro, Realidade Atual, B.boy Leitão
21hs00: Mano Kadyn e Mano My ou Josi Araújo
21hs10: Frente Feminista e M.M.U
21hs20: Nelson Maca (Poesia + Roda de conversa sobre Extermínio da Juventude Negra)
21hs35: Homenagem: Grafiteiro Pará, Sabina
21hs45: Mostra do clipe e documentário  O Circo
21hs55: Rodriggo Misquita e ou Josi Araújo
22hs10: Grupo de poesia Mutação Muita ação
22hs20: Homenagem: Delito Criminal, Quadrilhas  Juninas e Roupa de Ensaio
22hs30: Nelson Maca (Poesia + Roda de conversa sobre Alto de resistência)
22hs45: Pocket show CXA


E muito mais!

terça-feira, 22 de outubro de 2013

ATENÇÃO SOL NASCENTE!

A Secretaria de Habitação do DF está convidando os moradores do Trecho 1 do Sol Nascente para reunião que discutirá a regularização e o cronograma de obras na comunidade.
Participe desta reunião que diz respeito diretamente a você.
Participar da política da sua cidade é levar melhoria para si e para seus vizinhos. Cobre ações do seu governante.

O encontro acontecerá às 9h30 do próximo domingo (27) na SEDHAB.

LOCAL: SCS Quadra 6 bloco “A” – Brasília/DF. Telefones: 3214-4005/3214-4002


Só reclamações não vão adiantar, então participe da reunião e reivindique.

Política em alerta


Petróleo
O leilão do Campo de Libra deu o que falar ontem (21). A oposição pregou a ideia de incoerência ideológica por parte do governo que outrora era contra privatização. Ora, partilha não é privatização... Mas chega perto. E os próprios partidários de Dilma se dividiram quanto à temática. Para amenizar as críticas e tentar trazer a população para o apoio à ação, Dilma fez um pronunciamento na TV onde dizia que o regime de partilha e a exploração do Pré-sal trará intensos benefícios ao Brasil em longo prazo, 35 anos. E, já que a sociedade almeja saúde e educação, vamos falar disso como um legado do Pré-sal.


E no DF...

PSDB e PDT juntos?
Izalci Lucas é um pré-candidato do PSDB ao Buriti. Ele e o recém chegado Pitiman almejam a majoritária e fazem queda-de-braço internamente para ver quem é o mais forte para sair candidato. Enquanto não se decidem internamente, Izalci anda conversando com outros partidos. E por palavras dele, a conversa com Reguffe anda acontecendo e não descartam possível aliança com PDT.

Será? 

segunda-feira, 21 de outubro de 2013

Roda de Conversa Griô


A Secretaria de Cultura e a Secretaria Especial da Promoção da Igualdade Racial do DF promovem, na próxima quarta(23), Roda de Conversa Griô com a matriarca Maria do Carmo Reis (Murá) da comunidade indígena Kariri- Xocó. O encontro será na Biblioteca  Pública do Cruzeiro às 10h30.
Ocorreu um erro neste gadget